Dia do índio - Aldeia Rio Silveirinhas - Boraceia (SP)

 

O Dia do índio foi criado em 1943 pelo presidente Getúlio Vargas, cumprindo uma promessa do Primeiro Congresso Indigenista Interamericano, realizado em 1940, no México. O Congresso tinha o objetivo de divulgar a cultura indígena em toda a América e que os governos criassem normas em relação à qualidade de vida dos povos indígenas.

 

Vários líderes indígenas foram convidados para participar das reuniões e decisões junto com autoridades governamentais dos países participantes, mas eles não compareceram nos primeiros dias do evento (o que era bem compreensível, pois os índios há séculos estavam sendo perseguidos, agredidos e dizimados pelos “homens brancos”). Após algumas reuniões e reflexões, os líderes indígenas resolveram participar. Isso aconteceu no dia 19 de abril, que acabou sendo escolhido como o Dia do Índio no continente americano.

 

O dia do índio serve para lembrar e reforçar os valores culturais dos povos indígenas e a importância da preservação e  do respeito a esses valores, tão importantes na história e na cultura brasileira. Os indígenas brasileiros vivem em áreas espalhadas por todos os Estados, mas a maior parte das terras e da população indígena está na Amazônia.

 

A Organização das Nações Unidas (ONU) também criou o Dia Internacional dos Povos Indígenas (9 de agosto) para conscientizar os governos e população mundial sobre a importância de preservar e reconhecer os direitos dos indígenas.

 

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon

Andrea Goldschmidt Fotografia

Todos os direitos reservados

Tel: +55 (011) 9-8371-5983

São Paulo - Brasil