Festival das cerejeiras - Sakura Matusuri - Parque do Carmo

 

Na cultura japonesa, o florescer da árvore de cereja é considerada a mais pura manifestação de beleza. A flor de cerejeira simboliza o amor, a felicidade, a renovação e a esperança, mas, principalmente, simboliza a efemeridade da vida e, por conta da curta duração da sua florada, ensinam a lição de aproveitar intensamente cada momento.

 

Os samurais, guerreiros japoneses, consideravam esta flor como símbolo de sua filosofia, já que ela floresce lindamente, mas enfraquece rapidamente e as flores são espalhadas pelo vento, o que era considerada a morte perfeita para um verdadeiro guerreiro que aceitava a filosofia "samurai" e a natureza transitória de existência.

 

Em São Paulo, cidade que tem a maior comunidade japonesa fora do Japão (são cerca de 1,5 milhão de nikkeis em todo o Brasil), o plantio das cerejeiras iniciou-se no Parque do Carmo pelo imigrante Hisayoshi Kataoka em 1978, dando origem ao bosque brasileiro que conta hoje com cerca de 4.000 árvores.

Durante cerca de 10 dias as cerejeiras plantadas no Brasil ficam floridas, criando um cenário emocionante. 10 dias apenas, menos de 3% do ano em que este espetáculo deslumbra aqueles que visitam os bosques.

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon

Andrea Goldschmidt Fotografia

Todos os direitos reservados

Tel: +55 (011) 9-8371-5983

São Paulo - Brasil